Para Leitura

A FHO

Psicologia: que profissão é essa?
Profa. Ana Paula Basqueira
06 minutos
Professora do curso de Psicologia da FHO

Você sabia que em 2022 a Psicologia completará 60 anos como profissão no Brasil? É isso mesmo! A Lei nº 4.119, que regulamentou a Psicologia como profissão, foi sancionada em 27 de agosto de 1962, durante o governo do presidente João Goulart. Dá até para imaginar que em quase 60 anos muita coisa mudou, certo?

Certo!

Você provavelmente tem uma ideia do trabalho do psicólogo como aquele que a gente vê nas telinhas, em novelas, filmes e minisséries. Na maioria dos casos, a Psicologia ali representada envolve um trabalho clínico, dentro de um setting terapêutico com uma prática individualizada. E essa imagem que as séries e filmes mostram contemplam as várias possibilidades de atuação do profissional considerando as diferentes abordagens (você talvez já tenha ouvido falar de nomes como Freud, Jung, Rogers e de tantos outros).

Sim, é isso mesmo! Há várias abordagens que compõem o campo da ciência psicológica. Nisso você está certo! E cada uma delas parte de uma concepção de homem distinta. Mas, isso não é papo para esse texto, não! O destaque aqui são as inúmeras outras possibilidades de prática do psicólogo para além do consultório e da psicoterapia.

Você sabia que o psicólogo também pode atuar em outras áreas dentro da saúde, como, por exemplo, no hospital? Sim, o psicólogo tem um papel fundamental no acompanhamento de pacientes internados bem como no suporte e apoio aos familiares. Seu papel também é importante no atendimento a pacientes em estágio terminal, no suporte às famílias na vivência do luto e até mesmo no apoio aos profissionais de saúde.

Outra área de atuação do psicólogo é na educação. Atuar nas escolas no acompanhamento de crianças e adolescentes tanto nas possíveis dificuldades de aprendizagem, como também contribuindo para o estabelecimento de relações interpessoais saudáveis e para o desenvolvimento das chamadas “competências socioemocionais”.

Sem falar na possibilidade de desenvolver um trabalho de orientação profissional. Isso mesmo! A orientação profissional, como o próprio nome diz, consiste em desenvolver um trabalho com o adolescente em fase de escolha de carreira / profissão, para que ele se conheça, conheça suas preferências, identifique todas as possibilidades de cursos e profissões, passando pelo processo de tomada de decisão com maior embasamento e segurança.

Mas, a gente não pode esquecer também do profissional que atua no contexto do trabalho. Sim, a gente passa muito tempo da nossa vida trabalhando e, nada mais justo do que estarmos acompanhados pelo olhar da Psicologia também ao estabelecermos essas relações. O profissional da psicologia que atua na área organizacional e do trabalho pode atuar tanto no recrutamento e seleção dos candidatos, como também desenvolvendo atividades relacionadas a treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho, descrição de cargos e salários, avaliação de clima organizacional, coaching, mentoring, dentre outras.

E você acha que acabou? Que nada! O psicólogo também atua na área dos esportes, auxiliando a equipe técnica a desenvolver os atletas, contribuindo para um bom desempenho e equilíbrio emocional, aprendendo a lidar com as exigências, desafios e constantes competições.

O psicólogo também atua na área jurídica, e dentre as várias possibilidades de atuação, muitas vezes auxilia a equipe em processos que envolvam guarda, adoção, avaliação de pessoas que estão sendo julgadas por crimes ou avaliadas para que possam mudar de regime de detenção.

Há ainda a atuação do psicólogo no trânsito, avaliando se as pessoas estão aptas a dirigir; a avaliação psicológica em diferentes contextos - como no caso de cirurgias bariátricas, ou no exercício de alguma função profissional, dentre outras.

Muitas outras possibilidades de atuação do psicólogo vêm ganhando espaço. Você pode pensar no trabalho do psicólogo inserido na rede pública de saúde, de saúde mental e nas políticas de proteção social, por exemplo. Outra área de atuação emergente na psicologia é o trabalho em situações e contextos de emergências e desastres, como os casos de enchentes, desastres ambientais, etc. E há ainda a área de pesquisa e docência.

Acho que já deu para você ter uma ideia de que a atuação do psicólogo é bastante ampla e diferenciada, com diversos exemplos de áreas de atuação. Além de ser uma profissão muito interessante, é evidente que para construir todas essas possibilidades de prática nós estamos sempre em interação com o outro e, para isso, desenvolvemos a nossa escuta e empatia.

Gostou? Você se viu como profissional atuante em alguma dessas áreas? Então conheça o curso de Psicologia da FHO.